Conselho Estadual de Saúde participa de encontros para discutir a Programação Pactuada Integrada, PPI

O Conselho Estadual de Saúde, (CES) está participando dos encontros que estão sendo realizados pela Secretaria de Saúde do Estado, para discutir sobre a Programação Pactuada Integrada, a (PPI). Esse encontro já aconteceu em Patos, com os municípios da 3ª Região de Saúde e está acontecendo durante toda esta semana em Campina Grande com os municípios da 2ª Regional de Saúde. Na próxima semana, as discussões acontecem em João Pessoa com os municípios que compõem a 1ª Região de Saúde.

O presidente do Conselho Estadual de Saúde, (CES), Eduardo Cunha, explicou que a PPI foi feita em 2010 e de lá para cá não foi atualizada. ” Então está sendo feita uma nova programação que significa que o que foi acordado entre os municípios em 2010 relativo à assistência de média e alta complexidade está sendo revisto, até porque ela está completamente desatualizada”, explicou.


Como exemplo, Eduardo Cunha explicou que o paciente de um município menor que não tem uma assistência de alta complexidade, ele refere os recursos que vêm do Ministério da Saúde para outro município que tem capacidade de atendimento. E o próprio município de média complexidade, que não tinha, por exemplo, aparelho de ultrassom, de tomografia, de raio-x, ele hoje tem. Então ele não precisa referenciar mais, ele vai ficar com o recurso no próprio município.

” E isso é da máxima importância para a melhoria, principalmente no que que diz respeito à assistência da população brasileira, destacou o presidente do Conselho Estadual de Saúde, ” mas temos que deixar claro que Isso melhora o atendimento, mas não corrige o subfinanciamento do SUS”, finalizou Eduardo Cunha.