Sindojus-PB promove ato público em CG contra descumprimento da data-base e remoções compulsórias arbitrárias

Spread the love

Oficiais de Justiça da Comarca de Campina Grande e Região por ela polarizada protagonizaram sexta-feira (23) emblemático ato público, para externar à sociedade jurisdicionados e ao Tribunal de Justiça da Paraíba toda a insatisfação da categoria contra a forma como o desembargador-presidente Márcio Murilo da Cunha Ramos vem descumprimento a lei da data-base e efetivando – à revelia de Pedido de Providências em curso no CNJ – remoções compulsórias arbitrariamente.

Um dia antes, a diretoria do Fórum, orientada pelo TJ-PB havia, num ato de beligerância, proibido a colocação na frente do prédio de faixa de protesto, em que pese na mesma ocasião, aquiescido que magistrados pusessem outra faixa, contra a lei tida por eles como “de abuso de autoridade”.

Após a manifestação justa, legítima e democrática promovida pelo Sindojus-PB, seu diretor-presidente Benedito Fonsêca compareceu ao estúdio da Rádio Caturité 104.1 FM, onde concedeu entrevista ao jornalista Josusmar Barbosa. Ele esteve acompanhado dos colegas Oficiais de Justiça Newton Leal e Sebastião Gueiros.