Defensoria Itinerante vai integrar programação do Cejusc Cidadania, em novembro, na Praça da Paz

Spread the love

O defensor público-geral da Paraíba, Ricardo Barros, recebeu na última quarta-feira (18) a coordenadora do Centro Judiciário de Soluções  de Conflitos e Cidadania (Cejusc) do Tribunal de Justiça da Paraíba  (TJPB), juíza Ana Amélia Andrade Alecrino Câmara, e a presidente da Comissão de Mediação e Arbitragem da Ordem dos Advogados Brasileiros na  Paraíba (OAB-PB), Evelyne Ramalho.

No encontro, que também contou com a participação do coordenador de  mediação e conciliação da Defensoria Pública do Estado (DPE-PB), Charles Pereira, ficou acertada a participação da DPE no Cejusc Cidadania, uma  ação que integra a Semana Nacional da Conciliação, realizada de 4 a 8 de novembro pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com os Tribunais de  Justiça, do Trabalho e os Tribunais Federais do país.

O Cejusc Cidadania é realizado conjuntamente com a Comissão de Mediação e  Arbitragem da OAB-PB e contará com a parceria da Defensoria Pública estadual por meio do projeto Defensoria Itinerante, que oferece  assistência jurídica à população nos bairros, e do Cejusc da DPE,  coordenado pelo defensor Charles Pereira. O evento vai acontecer na Praça da Paz, nos Bancários, dias 8 e 9 de novembro. O atendimento jurídico, contudo, será concentrado na sexta-feira, dia 8.  

Para DPG Ricardo Barros, o evento tem tudo a ver com a Defensoria  Pública, que já realiza um trabalho itinerante nos bairros e nas  comarcas que não possuem defensor público. “A DPE participa com o  projeto da Defensoria Itinerante, fazendo o assessoramento jurídico,  promovendo a conciliação, e, o que é melhor: os nossos assistidos terão a oportunidade de sair de lá com os acordos homologados pelo juiz.  Portanto, teremos um enorme prazer em participar dessa ação”, destacou.

A coordenadora do Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania  do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), Ana Amélia Andrade Alecrino Câmara, adiantou que o projeto poderá ser estendido para outros bairros  da Grande João Pessoa. “Queremos plantar essa ação e expandir com o  apoio da Defensoria Publica”.

CONCILIAÇÃO 
– No método de conciliação, os cidadãos encontram  soluções para os conflitos sem a necessidade de ajuizamento de ações, promovendo celeridade e contribuindo para uma maior pacificação social.