Galdino torce por unidade, mas admite deixar PSB: ‘Se não me quiserem, arrumo as malas’

Spread the love

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino (PSB), admitiu, nesta terça-feira (20), a possibilidade de deixar o partido, caso a legenda não queira a sua permanência.

De acordo com Galdino, essa clima de divisão só traz prejuízos ao partido. Ele também alertou que se sua permanência no PSB não for desejo da direção ele terá que deixar a legenda. “Se o PSB não me quiser, não tem o que fazer. É arrumar mala e ir embora”, destacou. Torço por essa unidade, pois na hora que a gente se dividir as consequências são as mais imprevisíveis possíveis”, afirmou.

Galdino também lembrou que o partido foi responsável por mudar a cara da Paraíba, e por isso deve permanecer unido.