Filho suspeito de tramar assassinato de auditor fiscal vai para o presídio Roger

Spread the love

O homem suspeito de tramar o assassinato do próprio pai foi transferido para o presídio do Roger, em João Pessoa, aonde vai ficar preso esperando julgamento. Além dele, os dois executores do homicídio também foram levados para o Roger.

A decisão foi tomada na tarde desta terça-feira (27) pela juíza do 2º Tribunal do Juri, Franciluce Rejane de Sousa, após os acusados passarem por audiência de custódia.

De acordo com as investigações, o homem tramou a morte do pai o auditor fiscal  Paulo Carvalho. O crime aconteceu no dia 07 de julho desse, no bairro Valentina de Figueiredo, em João Pessoa.

De acordo o delegado, o plano do suspeito é que caso o crime não fosse investigado nem descoberto, teria um projeto de matar mais duas pessoas: a irmã mais nova e uma pessoa que estaria praticando pequenos furtos nas proximidades da sua residência.