Justiça condena ex-policial federal rodoviário a 21 anos de prisão por homicídio em João Pessoa

Spread the love

O ex-policial rodoviário federal, Mozart Ribeiro, foi condenado a 21 anos de prisão em regime fechado, por matar o empresário Osvaldo Neiva Filho, dentro de casa a tiros.

A decisão aconteceu nesta quarta-feira (29), no Fórum Criminal de João Pessoa e foi presidida pela juíza Francilucy Rejane de Sousa Mota.

A defesa do réu, o advogado Sheyner Ásfora, disse que vai recorrer da sentença do Tribunal do Júri.

O Mozart respondia pelo crime tipificado. O homicídio aconteceu em 26 de dezembro de 2013, no Condomínio Cabo Branco Privê. O crime aconteceu após uma discussão entre o suspeito e a vítima.