Confirmado: Criança de nove meses que morreu em hospital foi estuprada

Spread the love

O Núcleo de Medicina Legal em Campina Grande, confirmou que a criança de nove meses, que morreu no hospital de Soledade, Agreste paraibano na noite desta quarta-feira (29), foi estuprada.

A criança deu entrada na unidade hospitalar de Soledade com um quadro de convulsão. A criança foi encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

O delegado da seccional da Polícia Civil, Durval Barros, afirmou que existia a suspeita de que a menina teria sido estuprada. O médico relatou ao policial que a criança deu entrada na unidade de saúde com com 40 graus de febre e morreu após uma crise convulsiva. Após a morte, o médico analisou o corpo do bebê e percebeu lesões na criança que indicam estupro.

A necropsia do corpo acabou no final da manhã desta quinta-feira (30) e confirmou o estupro.

Conforme um Boletim de Ocorrência registrado por um Policial Militar na Delegacia de Polícia Civil de Esperança, o PM estava de serviço em Soledade quando foi acionado pela Guarda Municipal ao hospital da cidade. Ao chegar no local, o médico que atendeu a criança disse que precisava fazer uma denúncia.

Segundo relato da mãe da criança ao médico, a filha tinha paralisia cerebral e ela havia levado a criança para realizar um exame em Campina Grande. E, na volta para Soledade, ao parar em um restaurante para jantar, a criança teve convulsões e foi levada para o hospital da cidade pela mãe.

O corpo da criança foi encaminhado ao Núcleo de Medicina e Odontologia Legal de Campina Grande para passar por exames de corpo de delito.