Empresários ligados à Fetronor apostam no Governo de Bolsonaro

Spread the love

O presidente da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Nordeste (Fetronor), Eudo Laranjeiras, tem boas expectativas em relação à política econômica do Governo do presidente Jair Bolsonaro, que já entrou no terceiro mês. Segundo ele, o setor de transportes atua com boas expectativas em relação ao Governo, embora os empresários estejam conscientes da ausência de trégua por parte da oposição.

“Temos muito boas expectativas em relação ao novo Governo. Esperamos que o Governo se acerte e que não seja tão tumultuado, embora a oposição dê sinais de que não haverá trégua”, disse Eudo Laranjeiras, que, recentemente, foi reconduzido para cargo de diretor da Confederação Nacional de Transportes. “Esperamos um ano melhor”, frisou.

A Fetronor é a entidade representativa da classe empresarial do transporte de passageiros de ônibus nos Estados de Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. A entidade foi fundada no dia 12 de abril de 1974 e congrega oito sindicatos de empresas de transportes urbanos, metropolitanos de rodoviários e mais de 100 empresas.

“Nós, empresários ligados à Fetronor, estamos todos no mesmo barco. Temos que torcer para que tudo certo no novo Governo. Esperamos que 2019 seja um ano melhor. Isto porque o transporte público passa por muitas dificuldades no Brasil todo e o caminho é tentar encarar o problema de frente”, declarou Eudo Laranjeiras.

Representatividade na CNT

Segundo ele, os empresários sabem que a situação não é fácil, “mas estaremos na luta por melhores dias”.  Indagado sobre a representatividade através de duas diretorias junto à Confederação Nacional de Transportes, ele disse que “a representação na entidade é fruto de um trabalho de anos”. “Os problemas são muitos, mas estaremos, na Fetronor e na CNT, tentando resolver os mesmos, com o apoio dos empresários, porque não podemos esmorecer. Temos que ir à luta”, frisou.

Ele destacou que a Fetronor tem se sobressaído em nível de Brasil e que está sempre presente nas lutas e problemas do setor. Sobre o projeto Despoluir, em atuação há mais de dez anos, ele disse: “É um grande programa. Os empresários estão aderindo cada vez mais. É muito bom. É um serviço de responsabilidade social do meio ambiente.  É um programa interessante que os empresários adotaram e estão sempre juntos, presentes e acompanhando”, finalizou.

Assessoria